top of page
  • Marcelo Salles Pereira

A Palavra De Deus É Viva E Eficaz

Como a palavra de Deus é usada para dividir nossa alma e o espírito que há em nós?



Texto de Referência

¹² Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.

¹³ E não há criatura alguma encoberta diante dele; antes todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele com quem temos de tratar.

Hebreus 4:12,13



Sumário

 

Introdução

 

A carta aos Hebreus é uma carta densa em seu conteúdo.

     Nela o autor está escrevendo aos judeus convertidos a Jesus Cristo. Alguns desses judeus estavam sendo perseguidos e não estavam conseguindo permanecer firmes em sua nova fé.

     Embora no Brasil não haja uma perseguição declarada, há sim uma perseguição velada. Somos atacados pelos meios de comunicação e por pessoas que são influenciadas por eles.

     Mas, não vamos falar de perseguição; vamos falar da palavra de Deus e como ela age em nossas vidas.

     Então, vamos à leitura!

 

 

O Contexto

 

     Dos versículos 1 ao 11, o autor da carta aos Hebreus discorre sobre o “repouso”.

     O autor diz que, assim como Deus descansou de suas obras, aqueles que creem nEle também devem descansar, porém, o descanso ainda não foi dado.

     Embora Josué tenha levado o povo israelita até a terra prometida, o povo na verdade não encontrou seu descanso, pois a palavra de Deus diz depois disso que ainda restava um descanso.

     Ele ainda diz que Jesus entrou em seu repouso, assim como Deus Pai também repousou após a criação de todas as coisas.

     Depois o autor nos incentiva a procurarmos entrar nesse repouso que ainda resta. Aqui, a melhor tradução para a palavra “procuremos” é “esforcemo-nos”, “empenhemo-nos”, “sejamos diligentes”.

     Fica claro que o autor estava enfatizando que temos nossa própria responsabilidade para entrar no nosso futuro descanso. Não estou dizendo que vamos entrar em nosso descanso eterno a partir de nossas obras, mas sim que temos que nos esforçar dia a dia para melhorarmos como filhos de Deus.

 

A Palavra De Deus É Viva

 

     Note que o autor diz que a palavra de Deus é viva e não que tem vida. Essa diferença é importante. Algo que tem vida pode vir a morrer, mas algo que é vida dá a ideia de que é algo que não tem um fim, que não morre.

     Quando olhamos para como Deus se identificou para Moisés vemos que “Ele é”, ou como foi dito, “Eu Sou o Que Sou”.

     Ora se “Deus é”, então sua palavra também “é”. Se Deus é eterno (na verdade Ele é sempiterno, ou seja, que não tem começo, nem meio nem fim), então a palavra que provém dEle também é eterna.

     Bem, João começa seu evangelho nos dizendo que:

 

     “No princípio era aquele que é a Palavra. Ele estava com Deus, e era Deus.

Ela estava com Deus no princípio.

     Todas as coisas foram feitas por intermédio dele; sem ele, nada do que existe teria sido feito.

     Nele estava a vida, e esta era a luz dos homens.”

     João 1:1-4

 

     Jesus Cristo é a palavra e é Deus. A palavra de Deus é viva, porque Jesus Cristo está vivo. Glória a Deus!

     João continua dizendo isso em seu evangelho:

 

     “Aquele que é a Palavra estava no mundo, e o mundo foi feito por intermédio dele, mas o mundo não o reconheceu.

     Veio para o que era seu, mas os seus não o receberam.

     Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus, os quais não nasceram por descendência natural, nem pela vontade da carne nem pela vontade de algum homem, mas nasceram de Deus.

     Aquele que é a Palavra tornou-se carne e viveu entre nós. Vimos a sua glória, glória como do Unigênito vindo do Pai, cheio de graça e de verdade.”

     João 1:10-14

 

     Jesus esteve entre nós e tudo o que disse produziu os efeitos que Deus Pai tinha em seu coração para aqueles que o receberam, ou seja, Jesus através de suas palavras e atitudes alcançou aqueles que viriam a aceitá-lo como Senhor e Salvador de suas vidas.

     Deus disse no Antigo Testamento que a palavra que Ele enviava não voltaria vazia para Ele, mas produziria os efeitos para o qual ela foi enviada. Jesus, a palavra enviada de Deus, cumpriu esse propósito de forma perfeita e definitiva.

 

 

A Palavra De Deus É Eficaz

 

     Segundo o dicionário Strong, a palavra em grego para “eficaz” é usada também com o significado de “produzir o devido resultado”.

     Como dissemos acima, a palavra de Deus não volta vazia para Ele e, aparentemente, o autor de Hebreus estava se referindo a Isaías 55:11:

 

     “assim também ocorre com a palavra que sai da minha boca: ela não voltará para mim vazia, mas fará o que desejo e atingirá o propósito para o qual a enviei.”

 

     A palavra de Deus sempre vai atingir o propósito para o qual Ele a enviou e, a Bíblia Sagrada que temos em mãos hoje em dia não é a palavra de Deus que nos foi enviada? Com certeza ela é.

     O propósito da palavra de Deus é converter o coração dos homens a Ele. É levar a humanidade a se voltar para Ele e reconhecer nEle o único Senhor e Salvador de sua vida.

     Olhe o que o Senhor Jesus disse:

 

E Jesus os instruiu: “Vamos seguir para outros lugares, às aldeias vizinhas, a fim de que Eu pregue ali também. Pois foi para isso que vim”

 

     Jesus veio para pregar a palavra de Deus. Através do ministério terreno de Jesus a palavra de Deus atingiu os seus propósitos de alcançar o coração dos serem humanos para que se voltassem para Ele.

 

A Palavra De Deus É Mais Penetrante Que Faca De Dois Gumes

 

     A palavra grega para “penetrante” dá a ideia de algo tão afiado que corta com um único golpe. Dessa forma, pegue a faca de dois gumes mais afiada que existir, ela não se comparará com a palavra de Deus.

     É claro que estou apenas dando um exemplo, que é muito ruim por sinal, mas apenas para que o leitor entenda. A faca de dois gumes tem o poder de corta partes físicas, enquanto a palavra de Deus corta o que é espiritual.

     A palavra de Deus corta com um único golpe a divisão entre alma e espírito.

     A alma, ou seja, nossos pensamentos e sentimentos ou quem somos realmente, pode se contaminar com as coisas que entram nela através do corpo. Se dermos muito valor a essas coisas seremos dominados por elas e pecaremos.

     O espírito é de Deus, não nosso:

 

     “Então o nosso corpo voltará para o pó da terra, de onde veio, e o nosso espírito voltará para Deus, que o deu.”

     Eclesiastes 12:7

 

     O espírito não pode ser contaminado, pois ele vem de Deus.

     Então, o que a palavra de Deus faz é causar essa divisão entre o que está contaminado e o que é incontaminável.

     A ouvir a palavra de Deus a pessoa tem duas possíveis ações: ou a aceita ou a rejeita.

     Ao aceitá-la, a alma que estava em oposição ao espírito começa a se aproximar dele, mas neste mundo conseguirá se unir a ele, pois sempre cometeremos algum pecado. Ao se aproximar (Paulo chama isso de pender para o espírito) do espírito a alma está num processo de santificação (que, por sinal, significa separação).

     Ao rejeitá-la, a alma se afasta ainda mais do espírito e vai continuar no pecado. Quanto mais no pecado mais vai se afastar e isso só vai crescer até o momento que essa pessoa realmente aceitar a palavra de Deus.

     Por isso, é de extrema importância pregarmos a palavra de Deus, como diz a própria palavra, em tempo e fora de tempo. (2 Timóteo 4:2)

 

A Palavra De Deus Discerne Os Pensamentos E Intenções Do Coração

 

     Quem neste mundo consegue saber o que estamos pensando ou o que estamos sentindo? Não estou falando de livros ou histórias de ficção, ok? 😉

     Não é possível saber o que se passa dentro do ser humano, dentro de sua alma. Somente a própria pessoa conhece o que se passa em seu mais íntimo sentimento ou pensamento e, mesmo assim, de forma muitas vezes equivocada. Por isso, que temos tantas pessoas com ansiedade, depressão, entre outras doenças da mente.

     Nesse texto que estamos estudando temos que existe algo que discerne, que entende o que se passa dentro de nós: a palavra de Deus.

     Como escrevemos anteriormente, a palavra de Deus é Jesus Cristo e Ele é Deus, logo Ele sabe o que se passa dentro de nós:

 

     “Porém o SENHOR disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a altura da sua estatura, porque o tenho rejeitado; porque o SENHOR não vê como vê o homem. Pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o SENHOR olha para o coração.”

     1 Samuel 16:7

 

     “E tu, meu filho Salomão, conhece o Deus de teu pai e serve-o com um coração perfeito e com uma alma voluntária; porque esquadrinha o SENHOR todos os corações e entende todas as imaginações dos pensamentos; se o buscares, será achado de ti; porém, se o deixares, rejeitar-te -á para sempre.”

     1 Crônicas 28:9

 

     Esse entendimento é importante, pois saber que o Senhor conhece tudo a nosso respeito deveria nos encher de temor e de uma busca incessante por uma vida que agrade a Ele.

 

Conclusão

 

     Entender que a palavra de Deus é viva, eficaz, que ela alcança seu propósito e que nos conhece profundamente nos traz alívio e temor.

     Alívio porque se o Senhor conhece as intenções de nosso coração, Ele sabe que estamos fazendo nosso melhor para a cada dia crescermos em estatura e graça diante dele.

     Agora, deve nos encher de temor por saber que servimos a um Deus que é onipotente, onisciente e onipresente. Ele não se parece em nada com o ser humano, porém, Ele tem um propósito que é nos libertar e nos salvar do pecado através de Jesus Cristo.

     Vamos nos encher desse alívio e temor, pois nosso Deus se importa conosco e quer o nosso melhor. Ele nos chamou para uma viva esperança.

     Que o Senhor te abençoe e te guarde!

 




68 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page