top of page
  • Marcelo Salles Pereira

Quebrantados de coração

Atualizado: 13 de out. de 2023


Coração quebrado
Coração quebrado

por Marcelo S. Pereira





A paz do Senhor a todos que chegaram até essa mensagem.


Hoje vamos tentar entender o que significa a frase “quebrantados de coração”. Para isso, vamos usar como texto base o livro de Lucas, capítulo 4, versículos 18 e 19.


Vamos ler esse texto:


"O Espírito do Senhor é sobre mim, Pois que me ungiu para evangelizar os pobres. Enviou-me a curar os quebrantados de coração,

A pregar liberdade aos cativos, E restauração da vista aos cegos, A pôr em liberdade os oprimidos, A anunciar o ano aceitável do Senhor."

Lucas 4:18,19 (Almeida Corrigida Fiel)


Esses dois versículos têm muito a nos ensinar, porém neste momento queremos entender apenas a frase "quebrantados de coração".


Se lermos os versículos anteriores veremos que Jesus estava na sinagoga em Nazaré num dia de sábado. Nazaré foi a cidade onde Jesus foi criado. Lemos também que essa atitude de estar num sábado na sinagoga era um costume de Jesus. Leiamos o texto:


"E ensinava nas suas sinagogas, e por todos era louvado.

E, chegando a Nazaré, onde fora criado, entrou num dia de sábado, segundo o seu costume, na sinagoga, e levantou-se para ler."

Lucas 4:15,16 (Almeida Corrigida Fiel)


Uma pergunta que me faço é o que posso aprender com o Senhor Jesus nesta situação? Bem, eu aprendo que estar num local de adoração, para nós cristãos esse local é a igreja, é algo que o Senhor Jesus deixou como exemplo a seguir. Nos lembremos que a Bíblia nos ensina a sermos imitadores de Cristo.


Lucas também nos informa neste texto que Jesus levantou-se para ler. Aqui vemos Jesus agindo ativamente durante o rito religioso. Continuando na ideia de que devemos ser imitadores de Cristo, devemos ser ativos durante o culto. Essa atividade vai desde ter a Bíblia em mãos para participar de todas as leituras que serão feitas, passando pela adoração à Deus durante o louvor, orando ativamente, dando glórias à Deus quando for devido durante o culto entre outras atividades. Lembremos que tudo deve ser feito com sobriedade:


"Mas tu, sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério."

2 Timóteo 4:5 (Almeida Corrigida Fiel)


A atitude de Jesus se levantar levou à uma consequência: lhe entregaram o livro do profeta Isaías para que Ele lesse:


"E foi-lhe dado o livro do profeta Isaías; e, quando abriu o livro, achou o lugar em que estava escrito:"

Lucas 4:17 (Almeida Corrigida Fiel)


A igreja nos dá a oportunidade de colaborarmos com a obra de Deus. Se queremos trabalhar na obra, devemos estar posicionados para isso.


Aí chegamos ao texto do início dessa mensagem o qual queremos entender. Leiamos:


“O Espírito do Senhor é sobre mim, pois que me ungiu para evangelizar os pobres, enviou-me a curar os quebrantados do coração, a apregoar liberdade aos cativos, a dar vista aos cegos, a pôr em liberdade os oprimidos, a anunciar o ano aceitável do Senhor.“

Lucas 4:18, 19 (Almeida Corrigida Fiel)


Primeiramente, quero lembra que esse texto de Lucas se refere ao texto original do profeta Isaías 61:1. No texto do profeta Isaías a pessoa em destaque é o messias que haveria de vir. No texto de Lucas é dito que, após ler esse texto, Jesus fechou o livro, sentou-se e disse: “Hoje se cumpriu esta Escritura em vossos ouvidos.” Lucas 4:21.


Ao dizer isso Jesus se identifica com o messias do profeta Isaías. Isso é importante, pois o messias deveria cumprir tudo o que foi dito dele no antigo testamento.


Agora, vamos entrar efetivamente no assunto principal dessa mensagem.


Para tentarmos entender a frase “quebrantados de coração” precisamos olhar para o texto original em Isaías 61:1.


Inicialmente, vamos identificar a palavra no original e tentar entendê-la. A palavra hebraica para quebrantado é “shabar” e alguns significados para ela, são: quebrar em pedaços, destruir, esmagar, entre outros termos relacionados.


Olhando para esses significados, os quebrantados de coração são aqueles que foram quebrados em pedaços, estão destruídos, esmagados em sua alma. Penso que precisamos fazer a seguinte pergunta: o que os deixou assim?


Bem, para isso vamos recorrer a um texto que está no Salmo 51:17:


“Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus.”


Foi o rei Davi quem escreveu esse Salmo e na epígrafe dele está assim: “Davi confessa o seu pecado, suplica o perdão e roga a Deus que lhe renove um espírito reto”.


Fazendo a ligação entre a epígrafe e o texto em si observamos que Deus aceita o sacrifício de um espírito e de um coração quebrantado, ou seja, uma pessoa que precisa sacrificar é por que pecou. Nos lembremos que os sacrifícios na antiga aliança eram necessários para que Deus perdoasse os pecados da pessoa que os estava oferecendo.


Então, alguém está em pedaços porque pecou, porém essa mesma pessoa reconheceu seu pecado, se arrependeu e pediu perdão à Deus. Entendo assim por que o texto do Salmo 51 me diz que Deus não despreza o coração quebrantado.


Se a pessoa apenas pecasse e continuasse a pecar ela nunca chegaria ao estado de estar quebrantado de coração, ok?


Quando falamos desse tipo de estado de uma pessoa, podemos dizer que a pessoa está doente em sua alma. Apenas como exemplo, quando estamos doentes no corpo precisamos ser curados. Os doentes na alma também precisam de cura.


Agora, olha só que interessante, no texto de Isaías 61:1, a palavra usada para curar é “chabash” que significa: amarrar, atar, ligar, selar, etc.


Quando o profeta Isaías escreve “curar os quebrantados do coração”, ele está dizendo que o messias que havia de vir (Jesus) iria amarrar, atar, ligar, selar o coração que estava quebrado em pedaços.


Isso é maravilhoso, porque ao reconhecer nossos pecados (confessarmos), nos arrependermos e não voltarmos a praticar esses mesmos pecados, temos nossos corações novamente restaurados a uma condição em que ele estava antes do pecado. Dessa forma, somos restabelecidos à comunhão com Deus.


Como curiosidade, a palavra “shabar” é usada 148 vezes no antigo testamento. Ela não é usada somente no contexto de um coração quebrado em pedaços, mas para expressar qualquer coisa que poderia ser quebrada, como uma porta, um osso ou qualquer outra coisa.


Percebe-se pelo significado da palavra que ela tem um sentido negativo, porém, no contexto que estamos analisando, ao unir a palavra “chabash” (curar) com “shebar” (quebrantado) temos uma consequência positiva que é termos nosso coração unido novamente e, assim, sermos restaurados pelo Senhor.


Creio que todos precisamos ser curados em nossa alma e, quando estamos com um coração quebrantado estamos na condição perfeita para recebermos essa cura.


Quero concluir dizendo que o ideal é não pecarmos, mas quero lembrar também que se pecarmos temos um advogado junto ao Pai como está escrito em 1 João 2:1, 2:


“Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo para que não pequeis e, se alguém pecar, temos um advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o Justo. E ele é a propiciação pelos nossos pecados e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo.”


Dessa forma, espero não pecar, mas se pecar, espero ter um coração quebrantado para que o Senhor venha e me restaure à comunhão com Ele.


Até a próxima mensagem e que o Senhor te abençoe!


17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page