top of page
  • Marcelo Salles Pereira

Tudo se fez novo

Atualizado: 13 de out. de 2023


Céu azul e nuvens
Céu azul

Nesses dias em que vivemos, o novo se torna velho em pouquíssimo tempo. Tudo envelhece. Se compro um carro zero, ele parecerá velho em poucos anos. Nossos sapatos novos se tornam velhos rapidamente se os usarmos muito. O pão que hoje é fresco, amanhã estará velho. Os produtos eletrônicos de última moda se tornam defasados em 1 ano ou menos.


Olha só o que a Bíblia Sagrada diz a respeito disso:


"Não acumulem para vocês tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e furtam".


Mateus 6:19


de que a própria natureza criada será libertada da escravidão da decadência em que se encontra para a gloriosa liberdade dos filhos de Deus.


Romanos 8:21


Então, essa ideia de que as coisas envelhecem não é algo novo e a própria natureza está em decadência.


A Bíblia Sagrada é um livro que mostra o problema e dá a solução:


Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas!


2 Coríntios 5:17


Quando estamos em Cristo somos novas criaturas e coisas novas passam a fazer parte de cada um de nós. Essas coisas não envelhecem, pois são elas que vão nos guiar até o céu e ali estaremos para sempre com o Senhor num novo céu e numa nova terra:


Então vi um novo céu e uma nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra tinham passado; e o mar já não existia.

Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, da parte de Deus, preparada como uma noiva adornada para o seu marido.

Ouvi uma forte voz que vinha do trono e dizia: "Agora o tabernáculo de Deus está com os homens, com os quais ele viverá. Eles serão os seus povos; o próprio Deus estará com eles e será o seu Deus.

Ele enxugará dos seus olhos toda lágrima. Não haverá mais morte, nem tristeza, nem choro, nem dor, pois a antiga ordem já passou".

Aquele que estava assentado no trono disse: "Estou fazendo novas todas as coisas! " E acrescentou: "Escreva isto, pois estas palavras são verdadeiras e dignas de confiança".


Apocalipse 21:1-5


Devemos ter em mente que aquilo que é eterno não tem fim e por isso mesmo não envelhece, nem enferruja, nem se deteriora etc. Observe que Deus não apenas faz coisas novas para substituir o que é velho, quebrado e obsoleto; ele faz todas as coisas serem novas.


Vamos considerar alguns aspectos desta nova criação que ocorrerá no futuro.


Não existirão mais problemas


Observe que os problemas que temos hoje e que incluem morte, luto, choro e dor (21:4), que são realidades universais para a humanidade depois que o pecado e a morte entraram no mundo, não mais existirão.


Não haverá mais Maldição


Além disso, não haverá mais “maldição” na nova criação (Apocalipse 22:3 NVI). Vemos isso também em Zacarias 14:11 (CSB): “Nunca mais haverá uma maldição de destruição completa. Assim Jerusalém habitará em segurança”. Zacarias 14:9–12 enfatiza a segurança do povo de Deus quando o Senhor for rei sobre toda a terra e ferir todos os seus inimigos. Apocalipse 22 mostra a remoção da maldição que dá acesso restaurado dos crentes à árvore da vida, que significa vida eterna em comunhão com Deus. As folhas da árvore são “a cura das nações”, que caminharão à luz do Cordeiro e trarão seu esplendor à cidade santa (Apocalipse 21:24; 22:2; cf. Isaías 60:3; Zacarias 14:16). Não haverá maldição na nova Jerusalém porque Deus reverterá totalmente a situação da humanidade desde que caímos no pecado.


Não Mais Noite


As Escrituras associam regularmente “noite” com escuridão, lamentação, pecado e julgamento. Por exemplo, Deus envia pragas das trevas contra o Egito e o reino da besta (Êxodo 10:21–22; Apocalipse 16:10), e há trevas por toda a terra quando Jesus é crucificado (Marcos 15:33). Não há noite na visão de João sobre a nova criação porque a glória de Deus e do Cordeiro iluminarão tanto a Nova Jerusalém que nenhuma outra luz será necessária (Apocalipse 21:23; 22:5; cf. Isaías 60:19).


Deus estará conosco por toda eternidade


A promessa da presença de Deus com os santos por toda eternidade é uma esperança que devemos nutrir a cada dia de nossas vidas. Essa promessa está também no antigo testamento:


Farei a minha morada entre vós, e a minha alma não vos abominará. Andarei entre vós e serei o vosso Deus, e vós sereis o meu povo. (Levítico 26:11–12)


Apocalipse 21:3 anuncia o cumprimento desta promessa: “Eis que a morada de Deus está com os homens, e ele viverá com eles. Eles serão os seus povos, e o próprio Deus estará com eles e será o seu Deus” (CSB).


O ponto é que Deus não habitará simplesmente entre os judeus, mas entre todos aqueles que foram comprados e purificados pelo sangue do Cordeiro (Apocalipse 5:9). O “lugar de habitação” de Deus ou “tabernáculo” é finalmente e para sempre no meio de seu povo.


Na nova criação, Deus habitará entre seu povo para sempre (Apocalipse 21:3; 22:1–5). Deus e o Cordeiro suprirão os santos com vida eterna e luz contínua. Toda ameaça e impedimento à perfeita comunhão entre Deus e seu povo serão removidos, e contemplaremos sua face e o adoraremos para sempre como reis sacerdotais.


Essa visão da nova criação em Apocalipse e extremamente cativante porque teremos a "coisa" mais importante pela qual todos os crentes anseiam: habitar na presença gloriosa de Deus, contemplando sua beleza e buscando-o em seu templo que encherá a nova Jerusalém (Salmo 27:4). Ansiamos por ver o reino de Deus vir e sua vontade ser feita na terra como no céu (Mateus 6:10). Ansiamos pela redenção de nossos corpos e pela renovação de nosso mundo (Romanos 8:21–23). A revelação fortalece nossos corações cansados com a promessa segura de Deus: “Estou fazendo novas todas as coisas”. Novo e sempre novo, sem mais pecado ou tristeza, morte ou decadência.

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page