top of page
  • Marcelo Salles Pereira

A Porta Estreita

Atualizado: 23 de out. de 2023

Nosso caminhar com Deus precisa nos levar para essa porta estreita



Texto de Referência:

"Entrem pela porta estreita, pois larga é a porta e amplo o caminho que leva à perdição, e são muitos os que entram por ela.

Como é estreita a porta, e apertado o caminho que leva à vida! São poucos os que a encontram.

Mateus 7:13-14


Sumário



Introdução


Não é próprio do ser humano buscar objetivos que sejam mais difíceis de serem alcançados. Os que buscam esses objetivos são os que conseguem alcançar maior sucesso nesta vida.

Por isso que a maioria das pessoas são aquelas que trabalham ou dependem das que alcançam sucesso. Isso pode ser constatado no meio empresarial, nas artes e até mesmo na igreja.

Na igreja não são todos que são pastores, mestres, diáconos etc. A maioria fica sentada no banco observando os que lideram. Não quero criar polêmica, pois as coisas são assim mesmo e, esses que ficam sentados, se obedecerem ao evangelho serão salvos. Isso é o mais importante. Hoje me dia, eu mesmo estou nesse grupo.

Porém, temos que pensar que obedecer ao evangelho é em si uma decisão difícil. Quando aprendemos que o evangelho nos leva a caminhar no sentido contrário da sociedade, em geral, sentimos um forte impacto e, em certo sentido, um sentimento de medo.

A porta larga


A porta larga representa a facilidade que encontramos no caminho que escolhemos trilhar.

Essa facilidade se deve ao fato de que fazer as coisas que são consideradas pecado é extremamente simples, mas porque é assim?

Vejamos o que Paulo diz a respeito disso:


“pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus”

Romanos 3:23


E mais:


“Sabemos que a lei é espiritual; eu, contudo, não o sou, pois fui vendido como escravo ao pecado.

Não entendo o que faço. Pois não faço o que desejo, mas o que odeio.

E, se faço o que não desejo, admito que a lei é boa.

Neste caso, não sou mais eu quem o faz, mas o pecado que habita em mim.

Sei que nada de bom habita em mim, isto é, em minha carne. Porque tenho o desejo de fazer o que é bom, mas não consigo realizá-lo.

Pois o que faço não é o bem que desejo, mas o mal que não quero fazer, esse eu continuo fazendo.

Ora, se faço o que não quero, já não sou eu quem o faz, mas o pecado que habita em mim.

Assim, encontro esta lei que atua em mim: Quando quero fazer o bem, o mal está junto a mim.

Pois, no íntimo do meu ser tenho prazer na lei de Deus; mas vejo outra lei atuando nos membros do meu corpo, guerreando contra a lei da minha mente, tornando-me prisioneiro da lei do pecado que atua em meus membros.

Miserável homem eu que sou! Quem me libertará do corpo sujeito a esta morte?

Graças a Deus por Jesus Cristo, nosso Senhor! De modo que, com a mente, eu próprio sou escravo da lei de Deus; mas, com a carne, da lei do pecado”.

Romanos 7:14-25


Então, vemos que estamos sujeitos naturalmente ao pecado. Se isso é natural, então é algo inerente ao ser humano e, sendo algo inerente, é algo que faço com facilidade.

Imaginemos um profissional especialista em alguma área. Por ser especialista esse profissional consegue executar suas funções de forma extremamente fácil, porém, para outros que trabalham na mesma área, mas são aprendizes, por exemplo, não há essa facilidade.

Nós estamos destituídos da glória de Deus e nada de bom habita em mim (na minha carne). Paulo nos mostra que essas verdades são o que nos levam a prática do pecado, ou seja, somos especialista em pecar, por assim dizer.

Como escrevi acima, se somos especialistas, temos facilidade na prática do pecado.

Mas, se o pecado faz parte de mim, então como posso trilhar um caminho que não me leve à porta larga?

Bem, Paulo nos mostra como.


A porta estreita


No mesmo texto de Romanos 7, Paulo nos diz que somos homens miseráveis e questiona: “Quem me libertará do corpo sujeito a esta morte?”

Ele mesmo responde a essa questão: “Graças a Deus por Jesus Cristo, nosso Senhor! De modo que, com a mente, eu próprio sou escravo da lei de Deus; mas, com a carne, da lei do pecado”.

Compreendo, então, que a única forma de sermos libertos do pecado e sairmos do caminho que leva à porta larga é através de uma vida dedicada ao Senhor Jesus.

Somente através da graça concedida a nós através da obra perfeita de Cristo é que conseguiremos nos tornar “escravos da lei de Deus” e, assim, obedecermos ao evangelho.

A obediência é algo extremamente importante no reino de Deus. Vejamos o que a palavra de Deus nos diz a respeito:


“Samuel, porém, respondeu: "Acaso tem o Senhor tanto prazer em holocaustos e em sacrifícios quanto em que se obedeça à sua palavra? A obediência é melhor do que o sacrifício, e a submissão é melhor do que a gordura de carneiros.”

1 Samuel 15:22


Podemos ver que a obediência é melhor o sacrifício, porém, não vou me estender aqui porque esse versículo pode render um artigo a respeito e aqui não conseguiríamos dar a devida importância que ele merece.

Para caminharmos na trilha que nos leva à porta estreita é necessário obediência. Pergunto ao caro leitor: obedecer a Deus é fácil?

Creio que a resposta para a maioria de nós é não!

Vimos que obedecer ao pecado é algo fácil para nós, porém, o oposto disso que é obedecer à lei de Deus (evangelho) não é nada fácil.


Conclusão


Vimos neste artigo que para andarmos no caminho que leva à porta estreita não é nada fácil, porém, isso não deve ser um desmotivador para nós cristãos. Na verdade, deve ser o oposto.

Se estamos caminhando numa estrada difícil e conseguirmos chegar no final dela, certamente teremos mais prazer na chegada, pois essa chegada representa que obtivemos sucesso.

Como dito anteriormente, as pessoas mais bem sucedidas são aquelas que escolhem fazer o mais difícil e, nós como peregrinos neste mundo, devemos saber que escolhemos o caminho mais difícil.

Algo que Deus sempre repetiu para seus servos é essa frase: “Esforça-te e tendo bom ânimo”.

Jesus nos deixou o seguinte: “Aquele que perseverar até o fim, este será salvo”.

Conclamo os irmãos em Cristo que perseverem, se esforçando diariamente no caminho que leva à porta estreita e, neste caminho, mantendo um espírito de bom ânimo.

O que o leitor achou desse artigo? Deixe a sua avaliação e ou o seu comentário.



Quer aprender a estudar a Bíblia Sagrada de uma forma simples e com um preço que você consegue pagar?

IMPORTANTE: você paga uma única vez e tem acesso vitalício ao curso.

Saiba como visitando o site:





10 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo

2 commentaires

Noté 0 étoile sur 5.
Pas encore de note

Ajouter une note
Marcelo Salles Pereira
12 déc. 2023

Obrigado! Toda honra e toda glória ao Senhor. Espero que continues a ser abençoado com os textos.

J'aime

Francisco Salles Brito
Francisco Salles Brito
12 déc. 2023
Noté 5 étoiles sur 5.

Maravilhoso, Excelente textos.

J'aime
bottom of page